Criadoras de Senepol participam do 2º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio

Com a presença de diversas criadoras da raça Senepol entre as participantes, a Sociedade Rural Brasileira (SRB) sediou o primeiro Encontro de Lideranças Femininas do Agronegócio Brasileiro na noite de segunda-feira (16). Cerca de 150 mulheres de 11 estados estiveram representadas ao evento: Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Tocantins, Minas Gerais, Goiás, Bahia e Piauí.

Organizado pela diretora de Pecuária da entidade, Teresa Cristina Vendramini, a Teka, o evento reuniu produtoras rurais, pesquisadoras, professoras, estudantes e executivas de multinacionais que trocaram experiências pessoais e profissionais. O encontro serviu para dar unidade ao grupo e debater os desafios das mulheres que vivem ou trabalham no setor rural. “Aqui não há apenas grandes produtoras, há também representantes de trabalhadoras, do cooperativismo, da pesquisa acadêmica e todas elas têm alguma contribuição a dar”, explica Teka. Ela citou um estudo que aponta que 70% dos descendentes do setor rural são mulheres. “Isso explica a grande quantidade de jovens aqui”.

Segundo a presidente da SRM (Sociedade Rural de Maringá) Maria Iraclézia de Araújo, a mulher transforma o ambiente que passa a frequentar. E isso não é diferente no agro. “São exemplos a serem seguidos pela competência, determinação e perspicácia com que dirigem as empresas delas”, destacou. O próximo encontro do grupo acontecerá no primeiro semestre de 2018 em local ainda indefinido.

Congresso das Mulheres do Agronegócio - O Encontro de Lideranças Femininas do Agronegócio Brasileiro antecedeu o 2º Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio 2017, que também contou com a participação de diversas criadoras do Senepol. O Congresso foi realizado nos dias 17 e 18 de outubro, em São Paulo/SP e reuniu mulheres do setor de todo o país para troca de ideias e experiências, sempre com foco no papel da mulher no agronegócio brasileiro.

Foram realizados 15 workshops práticos e painéis de debates conduzidos por acadêmicos e renomados profissionais do agronegócio. Entre os temas abordados estavam: Liderança Integrada, Liderança Empreendedora, Criatividade e Cooperação, Agricultura Digital, Tecnologia e Genética, Sucessão, Crédito Rural, Cases de Sucesso, etc. Cerca de 1.000 mulheres participaram do Congresso em busca de conhecimento, atualização e relacionamento. Uma grande parte desse público é composta por mulheres tomadores de decisão, que administram fazendas e empresas do mercado agropecuário. Para as criadoras de Senepol que participaram do Congresso, o público feminino já é uma realidade no setor do agronegócio e a questão não é mais a reivindicação pela igualdade de gêneros, mas a busca por capacitação e ajuda mútua.

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.