Visita Comitiva de Moçambique.

Notícias

Publicado em: 30 de maio de 2012
Visita Comitiva de Moçambique.

* Fonte: Senepol Boa Fé-Nova Terra.

Numa oportunidade de visita ao Brasil na semana do dia 16/Abril/12, uma comitiva oficial de governantes, prefeitos, produtores rurais e empresários de Moçambique estiveram em Uberaba/MG onde puderam conhecer as atividades do Grupo Boa Fé/ Ma Shou Tao, dentre elas a produção de cana, soja, milho, pecuária de leite, e genética de leite e corte.

Essa visita técnica foi agendada para fechar uma programação do Seminário BRASIL E MOÇAMBIQUE JUNTOS NO COMBATE À POBREZA E FOME ATRAVÉS DO DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO. Sob a coordenação do Diretor da Câmara de Negócios Brasil-Moçambique, Luiz Humberto Alvez Borges, o grupo de visitantes moçambiquenhos foram recebidos pelas honras da casa de Jônadan Ma e Ma Tien Min – diretor executivo e presidente do conselho do Grupo Boa Fé, respectivamente, Adriano Camargo – Gerente Pecuária do grupo e Silvio Okuno – Gerente de Trade Foreign da ABS Pecplan. Dentre diversas outras autoridades, estavam Eliseu Joaquim Machava – governador da província de Cabo Delgado e David Ngoane Malizane – governador da província de Niassa.

O ponto mais alto da visita foi conhecer a raça Senepol, onde o criatório Senepol BFNT – da parceria Grupo Boa Fé e Fazenda Nova Terra – colocou em exposição alguns exemplares da raça.  A ABCB Senepol participou ativamente de todo o encontro através de seus diretores Pedro Crosara Gustin (Dir.Financeiro), Ricardo Magnino (Dir.Suplente) – que também coordena um projeto social em Moçambique, e Enos Ma (Dir.Secretário). 

Pedro Crosara relatou brevemente a origem da raça e suas principais atributos, ressaltando a característica de extrema adaptação da raça ao clima tropical, as aplicabilidades e funcionalidades para produção rústica e precoce de carne, bem como uma importante e exclusiva característica da raça Senepol para vários países do continente africano – a resistência a mosca tsé-tsé (causador da doença do sono) – fundamentada em sua origem afro-europeia, influenciada pela raça N’Dama no Senepol. Além dessas, outras características chamaram a atenção dos visitantes – rusticidade, precocidade, docilidade, pelo zero, casco preto, caráter mocho, a grande resistência a insetos e carrapatos e a forte imunidade a doenças – características essas que determinam o progresso de uma raça em condições adversas como presentes no continente africano. 

Segundo o criador Enos Ma, pelo fato de nenhuma raça no Brasil, incluindo a zebuína, não ser resistente a mosca tsé-tsé, chamou a atenção de todos a soma de benefícios que a raça Senepol poderia agregar ao rebanho de Moçambique para produção de carne com mais eficiência, precocidade e rusticidade, que auxiliará diretamente no projeto de combate a fome e pobreza do país.


Recepção a comitiva de Moçambique.


Jonadan Ma dá boas vindas a comitiva.


Ma Tien Min apresenta o grupo Boa Fé.


Ricardo Magnino e Pedro Crosara (ABCB Senepol),
Líderes da Câmara de Negócios Brasil-Moçambique e
Ma Tien e Enos Ma (Grupo Boa Fé).


Visita aos animais Senepol.


Paletras sobre origem da raça.


Explicações técnicas sobre o Senepol.


Comitiva Brasil-Moçambique, ABCB Senepol e Grupo Boa Fé.

 

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print