Senepol por todos os cantos do Brasil

Notícias

Publicado em: 19 de maio de 2021
Senepol por todos os cantos do Brasil

Os vídeos postados no #momentocriador, na playlist do YouTube da ABCB Senepol, são fontes ricas de informações, dicas e experiências

Os meios eletrônicos aproximam e facilitam o contato entre os pecuaristas e o público interessado no Senepolcom os criadores e técnicos da Associação. Pelas redes sociais e por grupos de mensagens, a entidade recebe e capta sugestões, fotos, vídeos e depoimentos para serem reproduzidos, com o objetivo de multiplicar informações, gerar engajamento e fomentar o uso de genética melhoradora da raça, no sentido de evoluir a atividade de corte no Brasil.

Reproduzimos uma parte de todo o conteúdo a respeito do Senepol que circula nas nossas páginas no YouTube, Instagram e Facebook, para os internautas que visitam o nosso site.

Um vídeo que chamou bastante a atenção e alcançou centenas de pessoas em diversas partes do mundo foi o da pecuarista e estudante de Zootecnia, Bruna Westin, de Cachoeira de Minas, MG.

Destacamos aqui os principais trechos da gravação, que é uma verdadeira aula da jovem sobre a raça.

“Para o manejo diário, o animal ser dócil já facilita a conexão que você vai ter com ele. O animal dócil conduzido em situações de bem-estar facilita bastante. Além disso, destaco a precocidade, a rusticidade e a adaptabilidade que você consegue colocar em diversas regiões do Brasil em que os touros conseguem cobrir a campo, e as fêmeas demonstram muita habilidade materna.

“Sobre a resistência,a gente pode dizer que é muito boa. Em 2011, a UNESP fez um estudo sobre o motivo do sucesso do Senepol. O animal, que foi desenvolvido e melhorado nas ilhas do Caribe e é acostumado ao calor, o equilíbrio térmico é parecido com o das raças de Bosindicus, porque as glândulas e a termorregulação funcionam muito bem. Tem 96% de glândulas saculiformes em um nível muito parecido com os zebuínos.

“Isso tudo também ajuda na resistência a endo e ectoparasitas, além da questão do Senepol ter pelo curto, o que não favorece a permanência do carrapato pelo corpo dos animais.

“Sobre o desempenho do touro a campo, temos dados que mostram alta libido, que eles cobrem a campo sem problemas, e os índices indicam que eles aguentam uma proporção elevada de até 1 para 50. Claro que com uma escala de soltura das fêmeas”, explicou a estudante, respondendo a perguntas enviadas para seu perfil na internet.

Para assistir ao vídeo completo da Bruna Westin, acesse o link: https://youtu.be/-HOvVSHi9BY

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print