Senepol é a menina dos olhos da pecuária nacional

Notícias

Publicado em: 18 de março de 2015
Senepol é a menina dos olhos da pecuária nacional

rebanho

Mercado de leilões da raça movimentou mais de 33 milhões em 2014

Com o aumento crescente da demanda por proteína vermelha no Brasil e no exterior, os animais da raça Senepol estão em evidência. A comprovação das suas qualidades fez com que a raça fosse destaque nos leilões em 2014, com uma movimentação de R$ 33,6 milhões. Esse número equivale a um crescimento de 107% acima de 2013, em que o volume de negociações foi de R$ 16,2 milhões, de acordo o Banco de Dados da DBO.

No ano passado foram realizados 29 remates, e negociados 2.650 lotes de machos, fêmeas e prenhezes. Desse total de leilões, 20 tiveram ponto de apoio em Uberlândia, ou foram realizados na cidade.

Segundo o criador Gilmar Goudard, presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Bovino Senepol (ABCB Senepol), os resultados demonstram que existe muita procura pela raça que tem grande valor agregado. “Os números apontam que o Senepol começa a fazer parte do cenário da pecuária de corte nacional”, destaca. O presidente também lembrou que as qualidades dos animais, divulgadas pelos pecuaristas há quatro anos, estão sendo provadas, e o profissionalismo dos criadores em produzir animais melhoradores tem contribuído para essa valorização.

A pecuária, para ser competitiva dentro do agronegócio, precisa ser eficiente. As qualidades do Senepol — precocidade reprodutiva, acelerado ganho de peso, adaptabilidade e capacidade de cobrir a vacada a campo — possibilitam ao pecuarista produzir mais em menos tempo. O Senepol encurta o ciclo do boi gordo e agrega valor no produto final, a carne. “Um animal da raça Senepol, ou fruto de cruzamento Senepol x Zebu, chega a 18 arrobas em um período médio de 18 a 22 meses, com alto rendimento de carcaça e carne de qualidade”, declara o criador Ricardo Magnino, proprietário do Senepol da Canaã.

Para o também criador Itamar Netto, da Ita Senepol, a raça tem feito por merecer o destaque recebido atualmente. “O Senepol não é um modismo e está em consolidação devido à precocidade, rusticidade e adaptação ao clima”, afirma.

Minas é o Estado com maior rebanho

Minas Gerais ocupa a liderança na criação da raça, com 10.665 cabeças, seguido por Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, São Paulo e Goiás. O rebanho bovino do Senepol no Brasil é de 35.460 cabeças. Ao todo são 273 criadores, em 17 Estados e no Distrito Federal. O Estado mineiro conta com 92 criadores, sendo 74 no Triângulo Mineiro, 40 deles em Uberlândia.

 Berrante Comunicação

Por Leonardo Leal

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print