Raça Senepol atravessa fronteiras – Revista InteRural

Notícias

Publicado em: 27 de junho de 2013
Raça Senepol atravessa fronteiras – Revista InteRural

Fazenda localizada no Triângulo Mineiro apresenta o taurino vermelho para comitiva boliviana

O Turismo Rural vem ganhando novos espaços no Brasil, sendo utilizado, principalmente, como instrumento de informação e divulgação de técnicas e manejos nacionais. Através de experiência entre os participantes, sejam eles: agricultores, empreendedores do turismo rural, proprietários de hotéis-fazenda, gestores públicos, operadores de viagem, pesquisadores, autônomos, representantes do terceiro setor, ou, simplesmente, interessados no segmento do agronegócio, que a agricultura e pecuária brasileira se movimentam.

O país está se tornado uma referência em produção e comercialização de genética Senepol. Com o apoio da ABCB Senepol e do Sindicato Rural de Monte Alegre de Minas, a Fazenda Capanema promoveu no dia 24 de maio, uma mostra de animais da raça Senepol na cidade mineira. Rafael Capanema, proprietário da fazenda, colocou seus animais em exibição no Parque de Exposições da cidade para um grupo de bolivianos. A mostra começou às 9h com a chegada da comitiva. Os agropecuaristas estrangeiros optaram por visitar o Brasil graças aos resultados favoráveis apresentados no cruzamento industrial e, consequentemente, na indústria da carne nacional.

IMG_3961_800x533

Realidade

Desde 2008, o Brasil lidera o ranking de maior exportador de carne bovina do mundo e as estatísticas mostram crescimento também para os próximos anos. As visitas internacionais fomentam essa capacidade e colocam o Brasil em uma posição de destaque na pecuária mundial. Durante toda a manhã, foram apresentados animais PO e resultados do cruzamento absorvente (S1, S2, PC1 e PC2).

O crescimento da raça acontece a passos largos. As emissões de registros de animais PO (Puro de Origem) e PC (Puro por Cruzamento) totalizaram 21 mil documentos em 2012. Um crescimento de 50% comparado a 2010, segundo dados da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol).

 IMG_3955_800x533

Para Davi Pereira Arantes, pecuarista na região de Monte Alegre de Minas e dono do Sítio Boa Esperança, as vantagens da raça Senepol são as revoluções. “O Senepol é a evolução natural, ele prova as vantagens em relação às outras raças já usadas no Brasil. O que me atrai é a precocidade, ganho de peso e docilidade”.

As vantagens apresentadas pelo Senepol estão apresentando uma nova conjuntura a pecuária de corte nacional e recolocando o cruzamento industrial como uma importante ferramenta de aumento de produção com qualidade. Características como: tolerância ao calor, imunidade a doenças, precocidade, grande conversão alimentar, longevidade e baixa manutenção nutricional, tem favorecido o pecuarista, tanto em condições econômicas quanto de manejo. O animal apresenta capacidade de desenvolvimento em regiões com pastagem de baixa qualidade e tolerância aos ambientes de clima quente e úmido, predominante em países tropicais. Os touros apresentam alta libido e acompanham a vacada branca no pasto, o que reduz os custos do produtor com inseminação artificial, pois os machos desenvolvem a monta perfeitamente. As progênies com sangue Senepol são precoces, com muita carcaça e carne de alta qualidade.

IMG_3940_800x533

Bruno Assunção, General Manager na empresa AgroTripBrazil, ressalta que a comitiva ficou em visita durante seis dias e que o grande interesse dos pecuaristas bolivianos era conhecer a raça Senepol. “Eles tem interesse no Senepol e as visitas estão ajudando na escolha a raça que irão usar para fazer o cruzamento industrial. Passamos por várias fazendas e a visita mais esperada é aqui em Monte Alegre de Minas.”

A condição favorável da raça Senepol ao cruzamento industrial, que consiste na cruza de gado zebuíno com gado taurino para a obtenção de um animal híbrido, promovem um “choque de heterose” – no qual os animais resultantes ganham a rusticidade zebuína e a precocidade aliada à qualidade de carne do Senepol, devido ao alto grau de marmoreio oriundo da raça agrada aos pecuaristas e atende as demandas atuais favorecendo o mercado.

IMG_4004_800x533

O animal fruto desse cruzamento é chamado de F1 e comumente possui a rusticidade do zebuíno e rapidez no ganho de peso, qualidade marcante desse taurino vermelho.

Rafael Capanema ressalta que o mais importante em uma visita turística é a difusão da raça. “Isso mostra que o Senepol não é uma raça local e os benefícios desses animais ultrapassam as fronteiras do Brasil. A raça tem futuro e está consolidada. O nosso principal trabalho é mostrar toda a cadeia produtiva do Senepol”.

Durante seis dias, a comitiva boliviana pode conhecer os diferentes sistemas produtivos de leite e carne no Brasil, o interesse dos visitantes era evidente. Em conversa com Hugo Oyakaua, foi ressaltado o encantamento pela raça Senepol. “A nossa cooperativa está interessada na raça Senepol devido à precocidade de abate e as qualidade da genética. Quando comparamos o Angus com Senepol, nós podemos ver características claras da raça, a precocidade de abate favorece nossos investimentos, por essa razão estamos aqui conhecendo”.

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print