Primeiros resultados da parceria Embrapa e criadores de senepol já estão disponíveis

Notícias

Publicado em: 3 de agosto de 2012
Primeiros resultados da parceria Embrapa e criadores de senepol já estão disponíveis

Há dois anos foi assinado um convênio entre a Embrapa Gado de Corte e a Associação Brasileira dos Criadores de Senepol, com o objetivo de avaliar geneticamente os animais e traçar rumos de como eles podem contribuir com a pecuária brasileira, por meio de cruzamento genético. Um primeiro sumário com 78 touros foi divulgado há pouco mais de uma semana aos criadores da raça. Além disso, uma prova a campo com 170 animais de três estados está acontecendo para mostrar o desempenho dos machos a pasto.

“Essa é a primeira prova a pasto da raça e vem de cencontro a exigência de nossos clientes, pois a maioria das provas são realizadas em confinamentos e muitas vezes o confinamento não retrata a realidade do animal no pasto. A prova acontece na Fazenda CMi, BR 163 KM 594, Camapuã – MS, que está de porteiras abertas para quem quiser conferir os animais.” Convida ivo Reich.

Como ainda tem apenas dois anos, o programa está sendo estruturado com coleta de dados nas fazendas, treinamento de pessoal para as coletas dentro dos padrões, e divulgação dos primeiros resultados que ao longo do trabalho de pesquisas vai ganhar mudanças, já que os animais avaliados depois terão crias também inseridas no processo. Com o decorrer do tempo mais animais serão incorporados no programa, melhorando a acurácia, resultando num melhoramento genético. Hoje o programa já conta com 5000 matrizes e sua produção, no processo de avaliação.

 “Frisamos que o diferencial aqui não é dizer o que a raça é porque isto os criadores já sabem e defendem muito bem. A avaliação vai dizer para onde a raça vai no Brasil e onde pode contribuir”, diz Luiz otávio pesquisador da Embrapa no programa Geneplus.

O criador Ricardo Pereira Carneiro explica que com o programa de avaliação da Embrapa, o Geneplus, vai ser possível uma padronização na produção da raça nivelando por cima. o Senepol, por exemplo, se sai muito bem a campo nas condições de Brasil Central. “Nós criadores já sabemos de todas as qualidades da raça, porém sabemos que tudo que pode ser medido também pode ser comparado. Com o programa, vamos mostrar aos demais criadores do Brasil as vantagens de cruzamento com o Senepol que já são conhecidas e agora terão certificação”, defende.

Luiz Otávio, pesquisador da Embrapa, salienta que com o programa Senepol será possível identificar onde as vacas da raça podem melhor contribuir para a produção de carne. Ele aponta como características do Senepol como uma das carnes mais macias que existem com um detalhe: sem gordura entremeada (marmoreio); é um animal mocho e isto possibilita padronização do rebanho; tem grande docilidade e isto diminui, por exemplo, o número de acidentes e destruição de currais das fazendas. outro ponto positivo é a conversão alimentar.

O criador de Senepol, Roberto Coelho revela que além da questão genética é importante que o criador saiba como estes animais vão se comportar. Para isto está acontecendo uma prova com 170 machos de criatórios de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e São Paulo. ‘dalí vão sair os melhores. Esta é mais uma forma de identificar animais melhoradores testados e aprovados”, defende.

O presidente da Associação Nacional dos Criadores de Senepol, Gilmar Goudard ressalta que com o programa de avaliação da Embrapa, os criadores terão um parecer oficial genético da raça, ou seja, dados científicos para tomadas de decisões em relação aos touros. “Para um histórico de eveloção do Senepol é fundamental este convênio de avaliação”, diz.

Gilmar Goudard assinala ainda que o Senepol tem apresentado um crescimento uniforme nos últimos anos no que diz respeito ao aumento do número de criadores, animais e lotes de sêmen vendidos, que chegam a um incremento de 40%.

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print