Nova fronteira econômica

Notícias

Publicado em: 9 de outubro de 2008
Nova fronteira econômica

O psicólogo inglês Peter Saville, recentemente esteve no Brasil, e indagado se a capacidade visionária (em comparação aos americanos e ingleses) do brasileiro refletia a forma mediana do seu empreendedorismo, ao que ele disse: “Costumo contar uma historinha quando comento esse tipo de assunto: Um grande jogador de golfe sempre escutava que tinha sorte nas partidas. E ele ironizava: ‘É estranho. Quanto mais pratico, mais sortudo fico!’. Essa é uma grande verdade nos negócios, existe um pouco de sorte, mas a maior parte do sucesso é feita de trabalho e inteligência. O empreendedor faz a sua sorte. Finalizou, Saville”.

Perceber que a região do Triângulo respira pecuária é chover no molhado. Entender que os homens e mulheres dessa região vêem na pecuária uma força empreendedora e fazem acontecer é uma realidade.

Agricultura e pecuária são alavancas propulsoras de empregos, renda e percepção econômica para as regiões que delas fazem força motriz “com manejo correto”, diria qualquer técnico.

Uma nova fronteira está nascendo e com uma solidez que merece destaque. Dono de uma carne com um dos melhores índices de maciez medidos pela força de cisalhamento. Um novo gado feito para o Brasil e por brasileiros. O Senepol nasce com a força daqueles que acreditam no trabalho, na inteligência e na prática contínua de entender o que se está fazendo e para quê.

No início deste texto, o destaque ao psicólogo inglês — que veio ver o que os brasileiros têm — apresenta-se como norte para explicar esse fenômeno de desprendimento ao unir uma nova nomenclatura à agropecuária do Brasil.

A formação do gado Senepol iniciou-se em 1800 com a importação da raça N´Dama do Senegal-África para a Ilha Caribenha de St. Croix.

Em 1918, o criador inglês Bromley Nelthroop introduziu em seu rebanho N´Dama touros Red Poll com objetivo de melhorar seu gado. Esta fusão genética formou com sucesso a raça Senepol.

Hoje, o que está em formação é o Senepol PO. Estes animais chegaram ao Brasil em 2000 numa ação que resultou na importação de dois líderes genéticos da raça e nas melhores fêmeas Senepol com provas surpreendentes. Hoje, o Brasil é um celeiro da genética mundial do Senepol.

A Associação Brasileira de Criadores de Bovinos Senepol está localizada em Uberlândia, Minas Gerais.

Conversar com Ricardo Carneiro Pereira, criador máster da raça Senepol, é permitir a viajar numa saga que só os homens com força, fé e coragem conseguem transmitir por meio do trabalho.

A característica principal do Senepol é ter a habilidade de sobreviver a qualquer dificuldade climática e nutricional.

Novamente a força da África uniu-se à eficácia inglesa alcançando resultados expressivos. A raça Senepol é essa conquista anglo-africana para o mundo que encontrou no Brasil a rota para seu melhoramento de pura origem.

Apresentar essa nova dimensão só reflete a força que tem um empreendedor.

Empreender é acreditar no trabalho. É ter fé em si mesmo e naquilo em que acredita.

José Amaral Neto
Jornalista 
Uberlândia (MG)   www.farolcomunitario.com.br

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print