Indústria de sêmen do Brasil quase dobra com touros de corte

Notícias

Publicado em: 17 de novembro de 2020
Indústria de sêmen do Brasil quase dobra com touros de corte

Faltando um trimestre para o fechamento do ano a Asbia anuncia que a venda de doses de sêmen de touros, da categoria corte, registrou crescimento interno de 42%.

No total o mercado consumidor brasileiro totalizou 17,63 milhões de doses nos primeiros nove meses do ano, 28% acima que o mesmo período de 2019

As vendas de sêmen de gado de corte no mercado brasileiro alcançaram 11,26 milhões de doses no acumulado de janeiro a setembro deste ano, um crescimento de 42% sobre o resultado obtido em igual período de 2019, de 7,92 milhões de doses, informou nesta quarta-feira o relatório da Associação Brasileira de Inseminação Artificial/Cepea-Esalq/USP. Na comparação com o volume computado no período de janeiro a setembro de 2018 (6,41 milhões de doses), o avanço este ano foi de 75%.

O relatório da Asbia também destaca o crescimento das importações de sêmen de corte em 2020.

Entre janeiro e setembro, as compras externas do material genético totalizaram 4,97 milhões de doses, um aumento de 37% sobre as importações registradas em igual período de 2019, de 3,62 milhões de doses.

Estoques – O total de sêmen produzido no País até setembro foi de 9,83 milhões de doses, um incremento de 32% sobre a quantidade de estoques registrada no mesmo período de 2019, de 7,45 milhões de doses.

Prestação de serviços – O total de doses (corte e leite) coletadas por empresas terceirizadas foi de 1,11 milhão no período de janeiro a setembro, uma elevação de 7% sobre as 1,04 milhão de doses computadas em igual período de 2019.

Exportações – Os embarques de sêmen continuam baixos, considerando o total de doses coletadas no País. No período de janeiro a setembro, foram exportadas apenas 347 mil doses (corte e leite), com ligeiro aumento de 1% sobre as 344,2 mil doses embarcadas em igual período do ano passado, de acordo com a Asbia.

 

Fontes: Asbia/DBO

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print