Dia de campo reforça a necessidade de investir no melhoramento genético

Notícias

Publicado em: 11 de maio de 2017
Dia de campo reforça a necessidade de investir no melhoramento genético

841d054a-0572-4f2b-867d-f5f651859cb1

O evento apresentou o touro campeão da 3ª Prova de Eficiência Alimentar de Touros Senepol, o animal GOUD 0749, além de reforçar os caminhos para a evolução da pecuária de corte 

Produzir carne de qualidade e em grande quantidade, proporcionando a redução dos custos de produção é a premissa que tende a impulsionar a cadeia da carne nos próximos anos. Percorrendo os caminhos que levam ao crescimento do setor, no último sábado (06), foi anunciado o vencedor da 3ª Prova de Eficiência Alimentar de Touros Senepol, o touro GOUD 0749, do criador Gilmar Goudard – Goud Senepol.

A prova identificou os animais geneticamente superiores por meio do consumo alimentar residual (CAR), dentro de um grupo contemporâneo. Também se destacaram os touros ST 0030, de Aitemar Nunes Fernandes, do Sítio Tatimar parceiro do criatório Senepol Santa Luzia de Pedro Crosara Gustin, que alcançou o segundo lugar na prova e, em terceiro, o animal BARA 0050, do criador Artur Eduardo Monassi do criatório Senepol da Barra.

A prova é uma idealização da professora doutora Carina Ubirajara, coordenadora do Grupo de Estudos em Melhoramento Genético Animal (Gemega), da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), que realiza a avaliação. Carina destaca a importância da atividade, uma vez que a instituição passa a exercer o seu principal papel de proporcionar ensino, pesquisa e extensão.

Para a Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol), a prova desenvolvida pela UFU, leva o gabarito de idoneidade, imparcialidade e competência na avaliação dos animais. “Nossa proposta junto aos associados, estes que demonstraram um ponto de confiança no nosso trabalho, é retratar cientificamente o Senepol e o espaço de respeito dentro da cadeia de valores da pecuária que ele ocupa. Acredito que não tenha oportunidade melhor, do que ofertarmos material genético para que os pesquisadores (os alunos e futuros formadores de opinião) conheçam o que a raça tem de melhor e o que ela pode aprimorar”, aponta Pedro Crosara, presidente da ABCB Senepol.

O responsável pela realização de projetos científicos da ABCB Senepol junto à instituições de ensino, Alberto Zerlotini, afirma que, “a relação entre a associação e a universidade é importante por divulgar aos criadores, o estudo feito por alunos e professores de uma raça nova e pouco conhecida, com imparcialidade e sem influência comercial”.

Goudard, criador do touro campeão, ressalta a necessidade de realizar com cautela os acasalamentos, levando em consideração que o rebanho Senepol cresce basicamente no processo de fertilização in vitro (FIV). “Dessa forma, a participação em provas de desempenho pode auxiliar quando utilizamos os animais que apresentam os melhores resultados, isso melhora substancialmente, não só o plantel dos criadores que tem seus animais classificados nos primeiros lugares e utilizam os mesmos em seus acasalamentos, mas a todos os criadores da raça. Uma vez que na maioria, os campeões seguem para alguma central e o seu sêmen é disponibilizado ao mercado”, ressalta.

Os estudos e pesquisas a respeito do taurino tropical apontam a trajetória de uma raça em franco crescimento, que merece comprovação científica. “O Senepol é recente em seleção no Brasil, e aos poucos os estudos mostram um grande potencial de crescimento. Por isso, cabe a nós na ciência e na pesquisa, auxiliar os criadores a identificar dentro dessa raça tão promissora, os indivíduos que merecem deixar progênies, para que o Senepol evolua cada vez mais, contribuindo para a pecuária de corte como um todo”, declara Carina.

As evidências demonstram que a raça, com cerca de 100 anos de existência, e 16 anos de Brasil, inicia uma acentuada seleção voltada ao melhoramento genético. Este processo, acompanhado de uma divulgação especializada, contribui ainda mais para o crescimento da raça. O diretor de eventos da ABCB Senepol, Camilo Leal, ressalta a importância de eventos como o Dia de Campo devido à função principal de fornecer aos participantes informações a respeito da raça, principalmente o público em questão – os futuros profissionais.

A abertura do evento foi feita pelo reitor da UFU, Valder Steffen Júnior, seguido do diretor da Faculdade de Medicina Veterinária (Famev), Adriano Pirtouscheg. Em seguida, a coordenadora do Gemega, professora Carina Ubirajara, apresentou o resultado da prova e seus benefícios com a palestra: “Por que selecionar para Eficiência Alimentar?”. O Dia de Campo contou também com o tema “Virtudes zootécnicas da raça Senpol”, pelo superintendente técnico da ABCB Senepol, Celso Menezes, e “Os pilares do bem-estar animal na Criação da Raça Senepol”, da professora doutora da UFU, Janine França.

Resultado

1º colocado: GOUD 749 (Redemer x Maué) – CAR: -2,905 – Criador Goud Senepol

2º colocado: ST 030 (SL Grand Duo x Urucum) – CAR: -1,575 – Criador Aitemar Fernandes parceiro Senepol Santa Luzia

3º colocado: BARRA 50 (SCR 4051 x HBC 7115 48 K) – CAR: -1,254 – Criador Senepol da Barra

4º colocado: ITA 980 (Caribe 35 x Profit ) – CAR: -0,868. Criador Ita Senepol

5º colocado: ALGE 982 (Kuxu x All Around) – CAR: -0,790. Criador Alge Senepol

6º colocado: SL 422 (SL Grand Duo x Don Manuel) – CAR: -0,727 . Criador Senepol Santa Luzia

edb7ebec-184e-4757-8983-5cb4423ea6d4 e445923f-97f8-41c5-a8cf-ca93fc346295 be5d6161-84e7-4003-b1e6-fe2de1458398 841d054a-0572-4f2b-867d-f5f651859cb1 30f71014-b4e7-418a-bc46-b523e16c0f74 36ce21fe-fec8-48f7-9585-f539f376a2bd 71dd6283-fcf5-4c75-9dae-e38fbf365ede 1bb9b353-a59e-40ee-8f7d-f65ac4b63961 5d930578-0b5a-42d2-958d-66624746b1a3

Texto: Karina Mamede

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print