Dia de Campo da raça Senepol supera as expectativas

Notícias

Publicado em: 8 de maio de 2015
Dia de Campo da raça Senepol supera as expectativas

A professora doutora Carina Ubirajara, da UFU, apresentou o resultado da prova e descreveu os critérios de avaliação do CAR

Com o objetivo de apresentar as perspectivas e o resultado da primeira Prova de Eficiência Alimentar de Touros Senepol, foi realizado o Dia de Campo na última segunda-feira (04) e reuniu mais de 100 pessoas – criadores, representantes de empresas do agronegócio, professores e estudantes. O evento foi uma realização da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol) e da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

A Prova, assim como o Dia de Campo, aconteceu na Vitrine Tecnológica da Fazenda Capim Branco da UFU, sob supervisão da professora doutora Carina Ubirajara, e teve a participação de 15 criatórios que inscreveram, de diferentes Estados do Brasil, no total, 38 touros. Dentre os animais participantes o reprodutor SL0110, propriedade de Marcello Toledo da Fazenda Bom Jardim, Caiapônia (GO) se sagrou campeão. “O resultado provocou uma sensação maravilhosa, o Senepol só trouxe coisas boas para mim desde que entrei para a raça e essa é mais uma satisfação”, comemora Toledo.

O segundo lugar da prova foi ocupado pelo touro GOUD0445, de Gilmar Goudard, titular do Senepol Goud, Uberlândia (MG) e, em terceiro lugar, o reprodutor JRV0139, de Júlio Roberto Pereira, Fazenda Vitória (Senepol JVR) também de Uberlândia. Os animais que se destacaram na prova foram os que apresentaram melhor eficiência alimentar, através da avaliação de Consumo Alimentar Residual (CAR) – diferença entre consumo real e o esperado para um determinado animal.

“A raça Senepol veio a acrescentar e somar muito para a produção de carne no Brasil. Por meio das provas de seleção, conseguimos filtrar animais que são altamente eficientes, que tendem a impactar positivamente na redução de custo de produção, auxiliando na sustentabilidade e no fomento da pecuária de corte”, acrescenta Toledo.

O CAR, utilizado como aspecto selecionador da prova de eficiência alimentar, representa a evolução para a pecuária simples e lucrativa. Além do critério de avaliação através do GrowSafe, houve a mensuração com a ultrassonografia de carcaça (área de olho de lombo, acabamento e marmoreio), ganho em peso, perímetro escrotal e altura serão complementares. Dessa forma, Carina aponta que “a eficiência alimentar corresponde à capacidade em que o animal consegue transformar o alimento ingerido em produto de origem animal”.

Contemplando ainda a tarde do Dia de Campo, aconteceu a palestra do superintendente técnico da ABCB Senepol, Celso Menezes, que apresentou de forma interativa a Evolução da Raça no Brasil. Em seguida Leonardo Dias, da empresa Produquímica (parceira da prova),  teceu alguns apontamentos de Como Melhorar a Eficiência Alimentar em Confinamento.

Berrante Comunicação

Por Karina Mamede

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print