Departamento Técnico explica utilização do Senepol no Tricross

Notícias

Publicado em: 12 de abril de 2022
Departamento Técnico explica utilização do Senepol no Tricross

O chamado Tricross, ou Cruzamento Triplo, traz excelentes resultados quando inclui o Senepol entre as raças taurinas utilizadas. O Tricross se caracteriza principalmente pela utilização de uma raça zebuína, como o Nelore, e duas raças taurinas, como é o caso do Angus e do Senepol.

O superintendente técnico da ABCB Senepol, Celso Menezes, explica que a escolha das raças vai depender do objetivo esperado. Se o criador quer abater os animais mais cedo e com uma qualidade de carne melhor, utiliza duas raças taurinas e uma zebuína. Se ele quer colocar mais estrutura nos produtos, a opção é usar uma zebuína, uma taurina com carcaça britânica (Angus ou Senepol) e uma taurina com carcaça continental, como o Charolês, por exemplo.

Menezes acrescenta que, quando o criador busca o cruzamento, deve conhecer bem o que cada raça pode oferecer e ter em mente a combinação das características de cada um, complementando alguma deficiência existente na outra raça.

“Hoje o Tricross é muito utilizado quando o criador quer reter as fêmeas do primeiro cruzamento, só mandando os machos para o abate. Nas fêmeas, entra com uma terceira raça para buscar a complementariedade e a potencialização de características econômicas – precocidade, docilidade, habilidade materna, adaptabilidade, caráter mocho, rendimento de carcaça, acabamento de gordura, marmoreio, etc.”, complementa.

O produtor que quiser mais informações sobre o Tricross ou tiver qualquer dúvida sobre esse e outros temas pode entrar em contato com o Departamento Técnico da ABCB Senepol.

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print