Demanda e liquidez em leilões Senepol | ABCB Senepol

Demanda e liquidez em leilões Senepol

Notícias

Publicado em: 7 de março de 2022
Demanda e liquidez em leilões Senepol

Dois remates realizados em regiões extremas do País, transferiram para o mercado quase 100 lotes de animais de alta genética da raça Senepol para fechar em alta o balanço do mês de fevereiro

O primeiro leilão aconteceu em meados do mês e nele a marca Senepol EVA, da Estância Vale Alegre, de Arthur Nogueira/SP, colocou na ordem de entrada um volume de 38 animais, sendo 29 fêmeas e 9 machos. A média atingida no evento virtual foi de R$ 20.703,00 para bezerras, novilhas, vacas e vacas paridas, e de R$ 16.177,00 para garrotes e um touro da reserva que foi escalado para o pregão. Compradores de 10 estados, sendo eles SP, RJ, MG, PA, TO, MT, MS, BA, MA e AM, lançaram, disputaram e arremataram os exemplares do criatório que trabalha com seleção por avaliações genéticas pelo Programa de Melhoramento Genético do Senepol (PMGS) e busca identificar animais superiores em provas zootécnicas de desempenho. “Obtivemos uma média de preço e liquidez acima do que esperávamos. Acreditamos no potencial da raça Senepol e na responsabilidade do selecionador ofertar ao mercado animais de alta qualidade. A resposta por parte dos investidores cumpriu nossa expectativa”, relata o médico veterinário e responsável pelo criatório Senepol EVA, Lucas Oliveira.

O outro remate de fevereiro da raça Senepol aconteceu na região Centro Oeste. O selecionador José Carlos Gradela promoveu o “1º Leilão Virtual JCG Senepol”. A oportunidade criada pelo titular da Fazenda Vitória Régia, localizada no município de Bandeirantes do Tocantins, TO, abriu acesso a genética de procedência de exemplares exclusivamente PO. A comercialização incluiu 55 animais, entre eles 15 fêmeas, (sendo 6 prenhes e 9 servidas por touro de repasse) e 40 reprodutores melhoradores. A média das matrizes ficou em R$ 15.680,00 e dos machos em R$ 19.511,00. O gado também avaliado pelo PMGS teve grande procura e foi bastante disputado até a batida do martelo de Adriano Barbosa, um especialista em comercialização de touros. O selecionador que também trabalha com raça zebuína de corte acredita no potencial de expansão e consolidação do Senepol. “A raça é encantadora. Venho produzindo e aumentando o plantel. Eu já tenho recompra na fazenda. Acredito que uma parcela cada vez maior do mercado vai reconhecer gradativamente os potenciais do rebanho. Com melhoramento vamos ajustar o que ainda precisa ser ajustado nesse taurino que realmente funciona a campo na pecuária nacional. Vejo essa evolução positiva com bons olhos. Comecei para conhecer, mas já estou fazendo transferência de embriões, com uma média de 100 touros ao ano e vontade de aumentar. O gado do leilão estava bem trabalhado a campo e eu sei da qualidade genética deles. Fiquei satisfeito com o retorno do mercado e agora é avaliar o trabalho de organização, pois sempre há o que melhorar em um evento próprio”, diz o criador José Carlos Gradela que destaca as recompras na fazenda, também animado com a lista de compradores do leilão, oriundos de nove estados brasileiros.

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print