Curso de carnes Senepol levou conhecimento e sabor aos congressistas do Zootec 2017

Notícias

Publicado em: 29 de maio de 2017
Curso de carnes Senepol levou conhecimento e sabor aos congressistas do Zootec 2017

Mesmo para quem atua no setor pecuário, especializa-se em nichos de mercado, como os cortes especiais de carne bovina, pode ser um diferencial na carreira profissional. Foi o que ocorreu no curso “Como agregar valor com cortes especiais em carcaça de qualidade”, realizado esta semana, em Santos/SP, durante o 27º Congresso Brasileiro de Zootecnia – Zootec 2017. Foram três dias de curso, de 22 a 24 de maio, com a participação de mais de 200 pessoas no total.

Promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol), o evento contou com demonstrações de vários cortes, feitas pelo mestre parrillero argentino Daniel Mansour. Foram ensinados cortes diferentes daqueles mais usados no Brasil, como o ojo (olho) e cejas (sobrancelhas) do bife ancho ou contra filé, além dos cortes argentinos para alcatra, fraldão, fraldinha e maçã do peito. Mansour ainda ensinou como transformar cortes de segunda em carne de primeira, dentre eles: paletão, patinho, peixinho e acém.

O mestre parrillero acredita que a raça Senepol tem enorme potencial no mercado de carnes brasileiro. “Conheci a raça através de um criador há um ano e desde então já a utilizei diferentes cortes, sempre com muito sucesso”, afirma. Ele torce para que a oferta de Senepol aumente rapidamente. “Tenho amigos donos de restaurantes que procuram a raça, mas ainda tem dificuldades em encontrá-la”, revela.

Antes de cada dinâmica, os participantes ainda puderam conhecer mais sobre a raça utilizada para produzir toda a carne do curso. O diretor de Marketing da ABCB Senepol, Ricardo Magnino, explicou sobre a origem da raça e seu potencial para produção de carne macia e saborosa. “O evento alcançou seu objetivo de levar conhecimento e, principalmente, o sabor da carne de Senepol aos participantes. Tivemos três dias de sala cheia. Conseguimos despertar o interesse e a curiosidade nas pessoas. Ouvimos muitos elogios à carne e acredito que os jovens que conheceram a qualidade da carne Senepol serão formadores de opinião no futuro.”, afirmou Magnino. Para ele, a experiência no Zootec 2017 foi riquíssima, pois pode conhecer a realidade dos estudantes das diferentes regiões do país. “Essa troca de informações foi sensacional”, finaliza.

Segundo a estudante de Zootecnia da USP de Pirassununga Lara Affonso, o curso foi uma oportunidade para os futuros formadores de opinião, como ela que participam do congresso, conhecerem mais sobre a raça Senepol e sobre os cortes de carne. “Além disso, pudemos degustar a carne Senepol, que é muito macia e saborosa.”, diz a estudante. Todos os dias de curso foram finalizados com degustação de carne Senepol.

Workshop sobre qualidade da carne

Quem esteve do Zootec 2017 ainda teve a oportunidade de participar de palestras sobre qualidade da carne com renomados especialistas do setor que apresentaram as tendências de mercado e as tecnologias disponíveis para produção de proteína animal. O workshop “Carnes de Qualidade Diferenciada” integrou a programação do congresso, no dia 22 de maio.

A primeira palestra foi sobre “Novo posicionamento da gestão em qualidade da carne: aspectos relevantes da produção à mesa”, tendo como palestrante Marcelo Shimbo, da PrimeCater. O professor da Unicamp Pedro De Felício falou sobre “Certificação de carnes de qualidade diferenciadas.” Já o tema “Carne de qualidade: sabemos o que devemos produzir e desejamos consumir?” ficou a cargo de Roberto Barcellos, da Beef & Veal Consultoria.

O workshop é resultado da parceria entre a ABCB Senepol e a Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ), organizadora do ZOOTEC.

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print