Cruzamento Industrial Direcionado.

Notícias

Publicado em: 14 de agosto de 2010
Cruzamento Industrial Direcionado.

* Fonte: Textos e Fotos Faz. Rancho Alegre (Senepol DAT).

Fazenda Rancho Alegre (Estrela do Sul – MG), um modelo de produção de novilhos super precoces, com o uso da raça Senepol no ‘three-cross’ com matrizes F1 (Nelore x Limousin).

O projeto inicial era verticalizar a produção, maximizando as áreas, aproveitando a base das matrizes F1 (Limousin) a fim de gerar animais de corte com carcaças diferenciadas. A escolha da raça Senepol foi baseada em suas características raciais que iam de encontro com o objetivo da fazenda: manter heteroze no cruzamento com as F1, produzindo animais precoces sem perder a rusticidade e trabalhar a campo.

As coletas de dados foram feitas gradativamente, analisando cada etapa do projeto para que se tenha o desempenho na ponta do lápis. O projeto começou na produção das F1, o resultado foi bom, porém a reprodução era toda feita artificialmente e por estarmos em uma região de cerrado, o pelo nos animais era uma preocupação. Estudamos, conhecemos o Senepol e o que surpreendeu foi que ele é um taurino puro, adaptado de pelo zero, que cobre a campo e anda de fato atrás das novilhas.

O diagnóstico de prenhezes apresentou um índice de 97% de confirmação com o uso de touros Senepol POI. O peso ao nascer foi outra preocupação por serem novilhas de primeira cria, porém a média geral foi de 33 kg e não apresentou nenhum problema de parto. O desenvolvimento dos animais foi acompanhado de perto e algumas características raciais do Senepol foram diagnosticadas de início como: a padronização da pelagem, o pelo zero em quase todo o lote e caráter mocho em 94% do lote, provando como a raça é dominante.

A pesagem da desmama do three-cross com Senepol apresentou índices muito satisfatórios, a média para as fêmeas foi de 262,53 kg e para os machos de 294,72 kg. Após a desmama, foi feito um projeto em parceria com a Agroceres, onde foram balanceadas duas formulas: uma para a terminação dos machos (super precoce) e uma para as fêmeas desenvolverem ao ponto de ganharem peso suficiente para estarem prontas para a estação de monta deste ano, mantendo estável a relação ganho de peso x desenvolvimento do aparelho reprodutivo. O resultado foi extraordinário já nas primeiras pesagens, os machos tiverem um ganho de peso diário de até 2,49 kg. Um detalhe interessante é que estes animais já entraram no confinamento comendo e não ficaram rodando com os animais de outras raças que já utilizamos.

A idéia é abater os machos entre 12 e 13 meses com média de 20@, e as fêmeas estarem entre os 13 e 14 meses prenhas certificando assim a precocidade desses animais de sangue Senepol.

Confira as imagens deste projeto:


Fêmeas S2 (25% Nelore x 25% Limousin x 50% Senepol).


Lote de Fêmeas S2.


Lote de Fêmeas S2.


Bezerra S2: beleza racial que gera resultado e desempenho positivo. 


Gráfico de desempenho GMD – fêmeas.


Bezerro three-cross F1 x Senepol – precocidade e ganho de peso.


Bezerro three-cross F1 x Senepol – produção de carne de qualidade.


Bezerros three-cross F1 x Senepol – produção de novilhos super precoces.


Bezerros three-cross F1 x Senepol – a carne que o mercado exige.


Gráfico de desempenho GMD – machos.

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print