CDT se reúne para garantir um futuro promissor para o Senepol

Notícias

Publicado em: 11 de fevereiro de 2015
CDT se reúne para garantir um futuro promissor para o Senepol

Membros do Conselho visitaram o local da 1ª prova de eficiência alimentar e, após, discutiram os caminhos para o melhoramento da raça

No dia 03 de fevereiro, integrantes do Conselho Deliberativo Técnico (CDT), juntamente com alguns membros da Diretoria da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol), reuniram-se para discutir temas que asseguram o melhoramento da raça. O encontro do grupo ocorreu no período da tarde, após a visita técnica à Vitrine Tecnológica da Fazenda Capim Branco, da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), onde acontece a 1ª edição da Prova de Eficiência Alimentar de Touros Senepol.

Periodicamente o grupo se encontra para apontar questões levantadas por criadores de Senepol e, ponderando as opiniões dos membros, apresentam soluções para os temas abordados. Na primeira reunião deste ano, os integrantes analisaram os critérios técnicos a respeito da chancela de provas de avaliações da raça, apontando, ainda, o posicionamento técnico quanto à realização de pistas com o Senepol.

Além das questões mencionadas, discutiu-se na reunião a definição de um índice padrão, estabelecido pela ABCB Senepol, para a avaliação de reprodutores nacionais doadores de sêmen, pois está prevista a criação de uma portaria pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) restringindo a aprovação por suas DEPs. No sumário de touros Senepol, consta uma parametrização de um índice empírico aceito como padrão, no qual demanda validação e análise para compreender o direcionamento do futuro da raça, apontado indiretamente através da criação de índice.

Para finalizar as pautas demandadas, os membros do CDT e da Diretoria analisaram o conteúdo relacionado com a Síndrome do Polimorfismo no gene da miostatina – a variação desse gene indica o fenótipo da musculatura dupla. Não obstante, a Embrapa Gado de Corte propôs estudos a respeito, o que vai possibilitar a identificação precoce do Senepol que porta os alelos que imprimem a Síndrome. Assim, com as informações levantadas será mais eficiente a fase de seleção animal.

IMG_1909

Visita técnica na Fazenda Capim Branco

            Os membros do CDT, da Diretoria e alguns criadores que inseriram animais na prova conheceram na ocasião o local da avaliação e a forma como ela será aplicada. As explanações aos visitantes foram conduzidas pela professora doutora Carina Ubirajara, coordenadora do projeto.

IMG_1878

“Os membros do Conselho visitaram para ver os conceitos que a UFU aplicará na Prova de Consumo Alimentar Residual (CAR) da raça Senepol. É a primeira que a Universidade realiza com a raça, então temos um grande interesse de acompanhar”, declara Gilmar Goudard – presidente da ABCB Senepol.

A prova pretende apresentar resultados categóricos para a raça, uma vez que os pecuaristas criadores de Senepol elegeram animais diferenciados. Assim, com a titulação do ganhador, aparecerá um touro com grande potencial de central. “Um ponto importante é que vamos juntar vários criatórios para conhecer animais melhoradores, uma vez que o Senepol precisa encontrar esses touros. É uma prova que não tem o cunho comercial, uma avaliação unilateral. O principal motivador é que cada um contribui para a raça, pois os pecuaristas selecionaram os melhores do seu rebanho e os oferecem para a realização da prova”, aponta Leonardo Galvão, da Senepol da Terra e membro do CDT.

Os pecuaristas que inseriram animais na prova, além de possuírem o interesse de distinguir os melhores reprodutores da raça dentro dos criatórios, mostraram um compromisso em aperfeiçoar o rebanho Senepol em nível nacional. Essa assertiva é uma comprovação, haja vista que o ganhador será o melhor dentre os 16 planteis que disponibilizaram touros para a avaliação.

Assessoria Berrante Comunicação

Por Karina Mamede

 

 

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print