Aumento do consumo de alimento impulsiona a pecuária de corte

Notícias

Publicado em: 13 de novembro de 2014
Aumento do consumo de alimento impulsiona a pecuária de corte

Com o avanço do setor, investir em animais de ciclo curto é a opção mais rentável para o pecuarista

As projeções da carne bovina para o Brasil mostram que o setor deve apresentar intenso crescimento nos próximos anos. Segundo estimativas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), de 2013 até 2023 a produção de carne bovina crescerá 2% ao ano. Essas taxas correspondem ao acréscimo na produção, em dez anos, de 22,5%. Se atualmente o país produz 8,9 milhões de toneladas, até 2023 precisará chegar a 10,9 milhões.

A perspectiva da Food and Agriculture Organization (FAO) para 2050 é a de que a população mundial aumente em 2,3 bilhões de habitantes. Com isso, a produção de alimentos necessita avançar em torno de 70% para atender a essa crescente população. É nesse quadro que a FAO reserva ao Brasil a missão de oferecer 40% da demanda suplementar de alimentos das próximas décadas.

A partir das perspectivas de consumo de carne para os próximos anos, uma das possibilidades para atender à demanda é utilizar animais adaptados e altamente produtivos no sistema pecuário de ciclo curto. À vista disso, utilizar bovinos que correspondem às características mencionadas, como o taurino Senepol, representa para o Brasil a possibilidade de ser o grande fornecedor de carne bovina para a exportação, atendendo, ainda, o mercado interno.

“O Senepol proporciona encurtamento de até um ano no ciclo de abate, possibilita o rendimento de carcaça acima de 57%, além de garantir 30% a mais de ganho de peso quando comparado ao zebu. Basicamente, com a heterose, o Senepol contribui para a melhoria e a quantidade de carne produzida”, declara o Gilmar Goudard, Presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol).

 01- Kuxu Soledade

Poderosa ferramenta a campo

Em franco crescimento no país, o Senepol atende a tais necessidades, uma vez que os animais são precoces, adaptados ao clima tropical, e produzem carne de qualidade. Os touros cobrem a pasto as fêmeas zebuínas, F1 ou Tricross, atingindo a heterose máxima. As fêmeas, rústicas, precoces, possuidoras de grande habilidade materna e donas da fertilidade singular desempenham por excelência a função de doadoras de embriões, assim como o papel de matriarcas a campo.

Genética avaliada e provada

Atentos à perspectiva do mercado e à funcionalidade do taurino tropical, a Soledade Senepol promove o Leilão CP CRV Lagoa Soledade, colocando em oferta animais avaliados no Teste de Performance da CRV Lagoa. Ao todo, serão disponibilizados 70 touros e 40 doadoras, todos os animais PO. O remate acontece no próximo sábado, 15 de novembro, às 14h, sob o comando da Programa Leilões, com transmissão pelo Canal do Boi.

Além do leilão a Soledade Senepol promove, no dia anterior ao remate (sexta-feira, 14 de novembro), às 14h, a Palestra Técnica e Apresentação de Animais, e, no sábado (15), às 9h, a avaliação dos lotes e almoço.

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print