ABCB Senepol é a primeira associação de criadores a integrar a Nova Assocon

Notícias

Publicado em: 6 de junho de 2017
ABCB Senepol é a primeira associação de criadores a integrar a Nova Assocon

18341954_930593420415577_7136398004483847170_n

Com a proposta de participar dos vários elos da cadeia produtiva da carne para defender os interesses dos pecuaristas, a Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol (ABCB Senepol) acaba de se filiar à Associação Nacional da Pecuária Intensiva – Nova Assocon. Com isso, a ABCB Senepol torna-se a primeira entidade de criadores a entrar para o quadro de membros da Nova Assocon, que reúne mais de 100 confinadores e empresas do setor pecuário.

De acordo com o presidente da ABCB Senepol Pedro Crosara Gustin, participar e interagir da cadeia pecuária nunca foi tão essencial à consolidação da raça no país quanto agora, diante do atual momento de mercado. “Importantes ações vêm sendo implementadas neste sentido para que a associação tenha uma atuação baseada em uma visão completa do setor. Essa interação entre os elos permite maior representação e defesa dos interesses do segmento pecuário, consequentemente da raça Senepol, junto às várias esferas do governo.”, diz Gustin.

Com a entrada da ABCB Senepol, cujo número de associados é de quase 600, a Nova Assocon passa a representar mais de 700 produtores, criadores e empresas em todo o país. “Essa parceria fortalece toda a cadeia. A participação de associações que defendem o interesse de uma raça na Nova Assocon é extremamente importante neste processo, pois somente assim, conheceremos os problemas que afetam o desenvolvimento destas tecnologias. Ao sentarmos juntos entendemos onde e como precisamos agir para ter o maior ganho e evitamos dissipar os esforços.”, destaca Alberto Pessina, presidente da Nova Assocon.

Segundo ele, a ABCB Senepol faz um excelente trabalho de introdução da raça no Brasil e isso é muito bom para a produção de cruzamentos industriais no país e para a melhoria do rebanho nacional. “Entendemos que podemos apoiar algumas ações que melhoram a introdução das raças no Brasil, como, por exemplo, a classificação de carcaças, que facilitará a criação de marcas e processos de qualidade da carne. Estes são processos maiores que envolvem a cadeia e precisam ser construídos de forma a permitir no futuro, que as raças imprimam com segurança as suas marcas e a sua qualidade.”, diz Pessina.

Apesar de ter apenas 17 anos de seleção no Brasil, o Senepol tem sido muito usado nos cruzamentos com zebuínos por imprimir um alto grau de heterose, garantindo 30% a mais de ganhos econômicos. “O pecuarista consegue disponibilizar ao mercado produtos mais pesados e com melhor acabamento de carcaça.”, esclarece o presidente da ABCB Senepol.

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print