Raça perde doadora símbolo e preserva genética

Notícias

Publicado em: 30 de Março de 2020
Raça perde doadora símbolo e preserva genética

O Senepol perdeu uma de suas matriarcas da raça no Brasil. Sampa JAJ era considerada uma das mais importantes doadoras introduzidas ao plantel nacional e teve material genético disseminado por todas as regiões de pecuária do País.

O animal de 17 anos que pertencia ao Senepol Brandamundo, desde 2007, teve morte natural, na fazenda, em Campo Grande/MS.

Sampa tinha  filhos registrados na ABCB Senepol e deixa um legado que vai além dos recordes de valorização que bateu junto com suas filhas em leilões expressivos leilões da raça.

A história de formação da progênie da doadora JAJ reúne Campeões e Campeãs em provas de desempenho, além de cinco filhos colocados em centrais de sêmen para espalhar suas qualidades produtivas, como touros melhoradores.

Ícone reconhecido da raça, Sampa era filha de GST Sol 31 ET em vaca WC 850 e foi aspirada até janeiro de 2020. As virtudes zootécnicas da fêmea poderão ser mantidas no rebanho pela reprodução do clone Sampa TN1.

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print