Criatório aposta no PMGS para viabilizar projeto pecuário

Notícias

Publicado em: 23 de novembro de 2018
Criatório aposta no PMGS para viabilizar projeto pecuário

IMG-20181123-WA0063

As inovações do Programa de Melhoramento Genético do Senepol (PMGS) para garantir o avanço da raça têm permitido aos pecuaristas elevar a produtividade de seus rebanhos, culminando com maior rentabilidade do negócio. Em Unaí/MG, O médico e criador, Valdivino Diniz Linhares Neto, produz há oito anos bezerros meio-sangue Senepol e, por conta dos resultados obtidos na atividade de cria, vem ampliando seu projeto pecuário nos últimos anos. “No início, optei por inseminar parte da vacada com Senepol para testar a raça. Como os resultados foram muito bons, adquiri touros, que cobriram bem a campo, mesmo em uma região como Unaí, cujo clima é quente. A conversão alimentar da raça é espetacular, assim como sua docilidade”, diz o criador.
A experiência positiva com a produção de meio-sangue Senepol levou Valdivino a investir em um rebanho puro da raça há três anos. O criatório Senepol Rei é participante do PMGS e utiliza as ferramentas dos quatro pilares para imprimir maior pressão de seleção ao rebanho. Todos os acasalamentos são feitos com base nas avaliações genéticas, utilizando principalmente touros mais jovens do Sumário e fêmeas campeãs de provas de desempenho. “Nosso objetivo é produzir uma genética diferenciada para o mercado. Para isso, adquirimos animais campeões nas principais provas e entramos para o PMGS. Estamos registrando as fêmeas S1 visando um mercador futuro de certificação da carne e procedência da mesma. Sem contar na possibilidade de poder atender produtores de leite da região. Além de registrar o rebanho, participamos das provas zootécnicas”, diz Valdivino. Este ano, o criatório produzirá 150 prenhezes.
A fazenda ampliou recentemente seu projeto pecuário, passando a realizar o ciclo completo. A meta é abater no próximo ano meio-sangue Senepol aos 18 meses e com 20 arrobas. O desempenho do Senepol em cada etapa do projeto está sendo monitorado e os dados serão utilizados em um comparativo com outras raças utilizadas em cruzamento na propriedade. “O Senepol vem provando ser excelente no cruzamento industrial, pois é precoce, muito fértil, tem grande conversão alimentar e produz carne de qualidade”, assegura o criador. Com todos os investimentos feitos no melhoramento do rebanho, ele acredita que será possível elevar a rentabilidade do negócio também na ponta final da cadeia produtiva. Ele pretende participar do Programa de Certificação da Carne Senepol para receber bonificação dos frigoríficos credenciados.

Compartilhar

Email Facebook Google LinkedIn Pinterest Twitter Print