Abate de animais tricross Senepol apresenta bom rendimento de carcaça

IMG_0757

Na Fazenda Gruta Azul, no município de Dois Irmãos do Buriti/MS, a raça Senepol vem sendo utilizada para a produção de animais tricross. A seleção da raça é recente na propriedade. “Iniciamos nossa criação em abril de 2016, durante a Expogrande, quando ganhamos do criador Gilmar Goudard uma fêmea Senepol, filha de CN 1029 em vaca PRR 978H, por nome de OP Magnifica 94”, lembra Lucas Miglioli, do Senepol FGA.

Depois, surgiu a proposta de mudar o perfil da fazenda, que era somente de cria, para uma propriedade de ciclo completo, porém mais voltada para a engorda. Na época, toda a produção era vendida na desmama, segurando apenas as fêmeas para reposição. A Gruta Azul já produzia bezerros cruzados (AngusXNelore), mas surgiu a dúvida: como usar todo o potencial genético dessa heterose?  “Decidimos, então, desafiar essas fêmeas F1 aos 12 meses de idade, mas ficamos em dúvida de qual raça usar nesta nova etapa”, diz Miglioli.

E foi assim, em busca de qual raça usar, que o criatório conheceu o Senepol. “Os animais apresentavam todas as características que buscávamos em uma terceira raça para a produção de animas tricross. A partir daí, começamos a fazer o cruzamento AngusXNeloreXSenepol, utilizando touros Senepol em vacas meio-sangue AngusXNelore. Optamos por esse cruzamento porque o Senepol apresenta as características desejáveis aos nossos objetivos e região, que são: facilidade de parto (bezerros nascem pequenos – favorece o parto das primíparas), animais extremamente dóceis, touros com alta libido (maior índice de prenhez), alta heterose no cruzamento, padronização de carcaça, alto desempenho em ganho de peso e maior adaptabilidade ao calor (pelo zero), entre outras mais”, esclarece o pecuarista.

Do nascimento ao sobreano, os animais recebem um proteinado de baixo consumo. Já do sobreano ao abate, é fornecido a pasto um protéico-energético de alto consumo. A Gruta Azul monitora o desenvolvimento dos animais, coletando dados como peso ao nascimento, peso a desmama, peso ao sobreano e peso ao abate, além de consumo alimentar e conversão alimentar. “Com relação aos dados que chamaram a atenção, podemos destacar o desenvolvimento do nascimento a desmama (nascendo com média de 30 Kg e desmamando com 260 Kg/média) e alta conversão alimentar”, assegura Miglioli.

Em junho de 2017, ocorreram os primeiros abates dos produtos tricross. Foram abatidos 84 animas, com média de 17,2 @ e média de 22 meses de idade. Como o resultado foi animador, a fazenda manteve a utilização do Senepol nos cruzamentos e já vislumbra um aumento real da lucratividade do negócio. “Estamos com animais em terminação no sistema de confinamento, em busca de aumentar ainda mais o desfrute da fazenda”, diz Lucas Miglioli.

 Fonte: Revista Senepol

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.